01 março 2010

Save the Queen!

4 comentários:

  1. O TEU SEGREDO

    Num olhar bem intencionado, descubro o teu segredo.
    - Infinito segredo.
    Os lábios molhados e trêmulos, com um desejo de não mais ter segredos.
    A pele logo exala, fatal odor que só um macho sabe desvendar.
    - É quase o fim do segredo.
    A nuca parece mais um código de autorização no leve balançar da
    cabeça que parece não mais viver para esperar.
    - Tanto Segredo!
    As roupas, pura farsa, e logo vai se desvendando tanto o que se quis
    esconder por traz desta máscara.
    - Segredos que se vão.
    Um Beijo!
    Uma forte pulsação.
    Vamos morrer!
    Se pensar com medo.
    Mas que um belo segredo!
    - A morte só se for de muito prazer.
    Ao fim...
    Quero sepultar-me no jazigo de teus braços coberto de teus infinitos carinhos.
    Elias Antonio - 18 de dezembro de 2008

    ResponderExcluir
  2. adorei todo seu trabalho!
    muito bom, expressivo e próprio.
    abraço

    ResponderExcluir